2016

12—15 AGOSTO

12

AGOSTO

ALENTEJO CANTADO MPAGDP


JOÃO E A SOMBRA MPAGDP


PEGA MONSTRO Giacometti


INDIGNU [LAT.] Tarde ao Sol


BIRDS ARE INDIE Giacometti


DANÇAS OCULTAS + ORQUESTRA DAS BEIRAS Lopes Graça


BEST YOUTH Eira


KUMPANIA ALGAZARRA Lopes Graça


SENSIBLE SOCCERS Eira


CLÁUDIA DUARTE Aguardela


13

AGOSTO

ADUFEIRAS DO PAUL  MPAGDP


OS TUNOS MPAGDP


GRUTERA Giacometti


VERA MANTERO – OS SERRENHOS Auditório


FEW FINGERS Tarde ao Sol


LAVOISIER Giacometti


TIAGO PEREIRA Tarde ao Sol


LODO Eira


CRISTINA BRANCO Lopes Graça


DA CHICK Eira


DEOLINDA Lopes Graça


NIAGARA Aguardela


DJ LILOCOX Aguardela


PUTO MÁRCIO Aguardela


14

AGOSTO

MADALENA PALMEIRIM MPAGDP


ANDRÉ BARROS Auditório


BONECOS E CAMPANIÇA MPAGDP


DEAR TELEPHONE Giacometti


ANDRÉ BARROS Auditório


TIM TIM POR TIM TUM Tarde ao Sol


ISAURA Giacometti


KEEP RAZORS SHARP Eira


CARMINHO Lopes Graça


WHITE HAUS Eira


FANDANGO Lopes Graça


DOTORADO PRO Aguardela


BRANKO Aguardela


RASTRONAUT Aguardela


15

AGOSTO

DIEGO ARMÉS MPAGDP


FLAK MPAGDP


GOLDEN SLUMBERS Giacometti


JOANA SÁ Auditório


DESBUNDIXIE Tarde ao Sol


LULA PENA  Giacometti


SOPA DE PEDRA Lopes Graça


LES CRAZY COCONUTS Eira


JORGE PALMA Lopes Graça


D’ALVA Eira


TOCHA PESTANA  Aguardela


RUBI TOCHA Aguardela


11 AGOSTO — QUEM ÉS TU, LAURA SANTOS? Campismo

ACTIVIDADES

BS16-CURTAS-XS

Curtas em Flagrante

Durante a tarde, para quem quer fugir aos raios de sol,  sessões de curtas-metragens de países de língua portuguesa, que compõem o acervo da edição de 2016 da iniciativa “Curtas em Flagrante”.

 


Lux, Bernardo Lopes e Inês Malveiro


Guelras, Isabella Rinaldi


Turp, Liliana Gonçalves e Francisco Neves


Não-Humano, Hugo Magro


A Espiral da Morte dos Operários-Formiga, Ana Cabaça e Francisca Marvão


O Mal e a Aldeia, Diogo Lima e David Serôdio


Prefiro Não Dizer, Pedro Augusto Almeida


Manuel, Bruno Carnide


Doce Lar, Nuno Baltazar


A Tua Plateia, Óscar Faria


Esperando Gordão, Thiago B. Mendoca


Ronde, Bruno Polónio


Fora Da Vida, Filipa Reis

BS16-ESTEPOVO

Este Povo

Documentário

“Este Povo” é um retrato genuíno de uma aldeia inteira, narrado por quem a vive. Na primeira pessoa, os habitantes mais velhos de Cem Soldos contam as suas memórias e vivências e dão corpo a um documentário inspirador, onde a história de cada um se confunde com a história do lugar que os viu nascer – “Este Povo” de Cem Soldos. Foi esta a riqueza encontrada por um grupo de jovens cem-soldenses, que filmou a aldeia e as suas gentes ao longo de um ano. O arquivo digital criado (para sempre em construção) é o mote para a criação deste primeiro documentário.

Realização: Filipe Cartaxo, João Silva, Leonor Atalaia, Madalena Tomaz e Miguel Atalaia

BS16-AUTORADIO

Auto Rádio

Documentário

Tal como o disco de Benjamim, o filme “Auto Rádio” é uma viagem pelo país, pelas canções e pela música. Fala sobre Afife, sobre a Guiné, sobre concertos esquecidos no terreiro da Aldeia da Pedralva ou sobre fazer música em Portugal; é uma ode à dureza da estrada, aos concertos falhados, aos bem sucedidos, aos discos, à rádio, ao Verão e ao país, enquanto conta a aventura insólita de uma longa jornada por Portugal quase inteiro numa carrinha carregada de equipamento até ao tejadilho. Além disso, como documentário que é, mostra-nos inúmeros detalhes sobre as canções; descodifica-as e contextualiza-as.

Realização: Gonçalo Pôla

BS16-MASCARA

A Máscara como (ul)traje da paisagem

Instalação e performance

Este projecto visa trabalhar algumas ideias através de performances periódicas durante os dias do BONS SONS e através de uma instalação permanente que de algum modo possa adicionar um território contínuo à performance. A Adega de São Sebastião acolhe um colectivo artístico que trabalha nas áreas de instalação, escultura, imagem e performance, para uma peça que se reinventa entre os dias 12 e 15 de Agosto.

Artistas: João Mourão, Margarida Chambel, Nuno Oliveira, André Neto, Alexandre A R Costa, Filipa Guimarães, Ana Teresa Magalhães

BS16-GIG

The Great Gig in the Sky

Instalação Arquitectónica

“The Great Gig in the Sky”, concebido pelo Colletivo Arcipelago, originário de Bari, Itália, é o título do projecto vencedor do concurso internacional de ideias, promovido pela ideasforward em parceria com o BONS SONS. A instalação, uma estrutura baseada nas redes de apanha da azeitona, invertidas e colocadas suspensas sobre balões ancorados ao solo, irá proporcionar sombra permanente aos visitantes do Palco Eira.

Durante o BONS SONS, os visitantes poderão também conhecer todas as propostas submetidas a concurso, incluindo os 3 primeiros classificados e as 7 menções honrosas atribuídas pelo júri, numa exposição dedicada ao concurso, na sede do SCOCS.

Autoria: Colletivo Arcipelago

BS16-100SONS

Cem Soldos, 100 Sons

Instalação Sonora

“Vem escutar a aldeia!” podia muito bem ser a premissa para esta instalação e arquivo sonoros. Cem Soldos faz-se ouvir a partir de 100 sons que, juntos, formam um corpo acústico da(s) sua(s) identidade(s). A que soa a Aldeia? A resposta a esta questão é o que se propõe em “Cem Soldos, 100 Sons”. Uma instalação para visitar no Centro de Exposições, que ficará posteriormente alojada online, assim como todo o arquivo sonoro a ela ligado, para que este lugar mágico seja escutado, uma e outra vez, incessantemente.

Autoria: Luís Antero

BS15-GARAGEM-XS
PALCO GARAGEM

Mediante inscrição diária, qualquer pessoa ou agrupamento pode mostrar o seu talento. O Festival disponibiliza gratuitamente o palco, as condições técnicas e a possibilidade de tocar para um número considerável de pessoas. Este palco é uma oportunidade única para projectos originais se estrearem, testarema receptividade do público e de agentes mas, sobretudo, para celebrar a música, num ambiente festivo e descontraído

BS16-KA

Ka

Histórias Encenadas

A lenda das matrioskas fala-nos de algo que se repete maravilhosamente e sem interrupção. Mas o que acontece quando um lenhador não quer fazer mais bonecas? Ou quando teme a natureza da sua própria criação? Esta pequena maneira de contar uma lenda que nos devolve a proteção do ventre materno, cruza a ideia de repetição com a unicidade da experiência de cada um face à criação.

Criação e interpretação: Susana Gaspar Domingos
Coordenação artística: Vera Alvelos

BS16-INUIT

Inuit

Histórias Encenadas

Inuit: Um Povo com Vários Povos
Inuit significa POVO. Vivem em profunda intimidade com o planeta e tratam com o mesmo respeito os seres humanos, os animais, as plantas e a natureza. Constroem casas que derretem no Verão e outras que se molham no Inverno. E mudam de sítio como as andorinhas. Há famílias que preferem construir casas de pedra onde se abrigam durante o longo e escuro Inverno. Nas maiores cabem cerca de 50 pessoas e são usadas por toda a comunidade para danças, lutas, jogos e contar histórias. Que histórias e segredos há do outro lado do mundo tão próximas do nosso futuro?

Criação e interpretação: Zé Luís Costa
Coordenação artística: Vera Alvelos

BS15-MusicaCriancas-XS

Música para Crianças

Sessões de música

As manhãs do Festival são dedicadas aos mais novos e às suas famílias, com programação específica no Auditório de Cem Soldos. Sessões de “Música para Bebés”, com um programa destinado a crianças dos 0 aos 5 anos e respectivos pais. Mais tarde é a vez da faixa etária entre os 6 e os 10 anos, com um atelier de música tradicional portuguesa que termina num mini concerto para os pais.

Estas sessões estarão a cargo da Associação Canto Firme e pretendem proporcionar experiências lúdicas, de partilha familiar e de sensibilização em torno da música.

BS16-CARTAZ
— PARTILHA —